Ex-aliado do premiê da Itália Silvio Berlusconi, o líder do Parlamento Gianfranco Fini, chefiou hoje o primeiro encontro do seu novo partido político, o “Futuro e Libertà” (Futuro e Liberdade), que deverá ser registrado em janeiro de 2011. Fini, um líder da direita italiana, chefiou na década de 1990 a Alleanza Nazionale, herdeira do Movimento Sociale Italiano (MSI), que por sua vez derivou do Partido Fascista após 1945.

Berlusconi e Fini romperam recentemente, e com a criação do partido o líder do Parlamento tentará tirar do premiê o voto conservador. Fini, após divergências, foi expulso por Berlusconi do Partido do Povo da Liberdade. Ele e seus seguidores pediam concessões de Berlusconi em projetos de lei.

As próximas eleições na Itália estão marcadas para 2013, mas a ruptura entre Fini e Berlusconi colocou a estabilidade do governo em risco. Após o desentendimento, Fini levou 34 parlamentares que permaneceram leais a ele e isso solapou a maioria que Berlusconi tinha na Câmara dos Deputados. Muitos analistas políticos esperam que as eleições sejam antecipadas. Fini prometeu apoiar o governo em votações cruciais na Câmara, mas deixou claro que o apoio não é incondicional.