O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, afirmou nesta segunda-feira que proíbe qualquer negociação com os Estados Unidos. A autoridade ressaltou, porém, que Teerã não tem qualquer intenção de entrar em uma guerra com o país.

As declarações de Khamenei foram divulgadas pela televisão estatal. “Junto com as sanções, os americanos deram recentemente mais duas opções: guerra e conversas”, comentou. “Uma guerra não acontecerá e nós não entraremos em conversas.”

Segundo Khamenei, as negociações com os EUA “iriam definitivamente nos prejudicar, portanto estão proibidas”. O governo do presidente americano, Donald Trump, impôs recentemente sanções contra o Irã, após Washington abandonar o acordo internacional para controlar o programa nuclear iraniano.

Também nesta segunda-feira, o Irã anunciou que lançou uma linha de produção de um míssil de curto alcance que consegue evitar radares e poderia atingir alvos em qualquer condição climática. Fonte: Associated Press.