O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, passou sem efeitos colaterais por uma segunda sessão de quimioterapia hoje, na luta contra o câncer linfático que sofre, informou um dos médicos do mandatário paraguaio.

“O chefe de Estado deixou o hospital após seis horas de tratamento e foi descansar na residência oficial”, informou o médico Alfredo Boccia, que faz parte da equipe que cuida de Lugo. Segundo ele, a segunda da sexta sessão de quimioterapia não produziu nenhum efeito colateral no corpo do presidente.

Enquanto isso, o secretário de Comunicação Social do governo paraguaio, Augusto dos Santos, informou que Lugo “retomará suas atividades oficiais na segunda-feira, mas é provável que tenha apenas curtas reuniões com seus principais colaboradores”. O câncer linfático foi detectado em Lugo no começo de agosto, no tórax e na terceira vértebra. Lugo, de 59 anos, deverá governar o Paraguai até 2013.