A Espanha ofereceu hoje ajuda para mediar a crise diplomática entre a Venezuela e a Colômbia, após o presidente venezuelano Hugo Chávez ter rompido ontem relações diplomáticas com seu vizinho sul-americano.

Madri “expressou preocupação” com a crise. O governo socialista da Espanha ofereceu seus serviços para “acabar com essa situação o mais breve possível”, disse o Ministério das Relações Exteriores da Espanha, em comunicado.

“O governo espanhol está pronto a juntar forças com outros países latino-americanos e organizações regionais nos esforços” para resolver a crise, acrescentou a chancelaria espanhola. As informações são da Dow Jones.