Em meio ao aumento da crise política, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, fez na noite desta sexta-feira um novo aceno aos militares, que garantem apoio ao líder chavista. “Vocês lutam como heróis contra os terroristas”, disse Maduro, em entrega de medalhas a policiais feridos em protestos.

Maduro anunciou ainda que os mais de 580 membros da Guarda Nacional atacados desde o aumento dos protestos, em abril, receberão reparações do Estado venezuelano.

“Eu sinto profundamente as feridas de cada um de vocês”, disse Maduro. “Com seus corpos como escudo, vocês defenderam o direito à paz”.

Vários grupos de direitos humanos e governo estrangeiro denunciaram o uso excessivo da força por membros das forças de segurança. Membros da procuradoria da Venezuela estão investigando o uso de munições mortais contra manifestantes, o que é uma violação da Constituição. Fonte: Associated Press.