Os maiores bancos da Grécia foram aprovados em testes de estresse, informou neste sábado a Autoridade Bancária Europeia. A aprovação é um passo importante para a conclusão de um programa de resgate de oito anos que afetou a economia do país. Após realizar testes de estresse nos quatro maiores bancos da Grécia, o órgão regulador concluiu que as instituições têm capital suficiente para se proteger em caso de uma forte desaceleração econômica.

A crise da dívida que estourou em 2010 debilitou seriamente os bancos do país, com a retirada de aproximadamente 120 bilhões de euros em depósitos, ou metade do total, do sistema bancário. Desde então, os bancos foram recapitalizados três vezes com recursos do Fundo Monetário Internacional (FMI) e de instituições europeias. A ajuda foi condicionada a reformas políticas e medidas de austeridade.

Após anos de problemas econômicos e políticos, a Grécia está finalmente próxima de deixar esse regime, embora o governo ainda tenha de realizar uma série de reformas antes da conclusão do programa. Os credores esperam completar uma avaliação final até o fim deste mês. Fonte: Dow Jones Newswires.