Mais de cem chefes de Estado e de governo já confirmaram presença nas negociações previstas para a conferência climática patrocinada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em Copenhague, anunciaram hoje funcionários do governo dinamarquês. O primeiro-ministro do país, Lars Loekke Rasmussen, convidou 191 líderes mundiais para os últimos dois dias da conferência, que ocorrerá entre 7 e 18 de dezembro. A expectativa é de que a conferência climática proporcione um novo pacto global capaz de substituir o Protocolo de Kyoto, o qual expira em 2012.

O país escandinavo não divulgará nenhuma lista dos países cujos governantes confirmaram presença. Mas entre os líderes que já anunciaram publicamente que irão a Copenhague estão o presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, a chanceler alemã, Angela Merkel, o primeiro-ministro da Grã-Bretanha, Gordon Brown, o presidente da França, Nicolas Sarkozy, o primeiro-ministro da China, Wen Jiabao, o presidente da Indonésia, Susilo Bambang Yudhoyono, o primeiro-ministro da Austrália, Kevin Rudd, e o primeiro-ministro do Japão, Yukio Hatoyama.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou que pretende passar por Copenhague no dia 9, antes, portanto, da cúpula com os demais líderes. As informações são da Dow Jones.