O prefeito de Nova York, Michael, Bloomberg, anunciou hoje que o fornecimento de energia retornou para 70 mil residências. No entanto, há ainda 460 mil imóveis sem luz em consequência da tempestade Sandy.

O furacão, e depois um ciclone pós-tropical, Sandy deixou um rastro de destruição pela cidade. O saldo de mortos atribuído à tempestade subiu hoje para 41, dentre os mais de 90 casos registrados em todo o país.

Com o restabelecimento da circulação de ônibus, metrô e táxis, a interrupção do fornecimento de energia se tornou um dos problemas mais dramáticos enfrentados pelos nova-iorquinos, que começam a perder a paciência.

Ontem, a empresa Con Edison, a principal fornecedora de energia da cidade, informou que vai restabelecer a luz para alguns lares até o dia 11. Alguns imóveis, porém, terão que esperar até uma semana além desse prazo.