O ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela, 94, descansa hoje em sua casa em Johannesburgo, um dia depois de ter recebido alta. Ele ficou internado por 19 dias, após ter uma infeção pulmonar e passar por uma cirurgia para remover pedras nos rins.

Um dos médicos de Mandela, Mac Maharaj disse que era melhor para o ex-mandatário ficar em sua casa no bairro nobre de Houghton que voltar ao vilarejo de Qunu, onde nasceu e mora há alguns anos. O motivo é o risco de recaída e a necessidade de atendimento médico mais especializado.

No entanto, os especialistas consideraram que o líder sul-africano fez progressos suficientes para poder ficar em casa, onde também receberá tratamento. Sobre a volta de Mandela à Qunu, afirmou que “é algo que depende completamente da vontade” do presidente.

Com a intenção de preservar sua vida privada, as autoridades divulgaram poucas informações nas últimas semanas. O retorno de Mandela a sua casa aconteceu de maneira discreta no dia 26 de dezembro, feriado na África do Sul.