O ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela, de 93 anos, foi hospitalizado com um problema estomacal, informou o governo em um comunicado. Mandela “tem sentido uma dor abdominal há tempos e os doutores decidiram que ele precisa de atenção médica especializada”, disse o atual presidente do país, Jacob Zuma, pedindo que a privacidade do ícone da defesa contra o apartheid seja respeitada.

O comunicado não diz em qual hospital Mandela está sendo tratado. Mac Maharaj, porta-voz de Zuma, afirmou que não poderia fornecer maiores detalhes, mas declarou que fará atualizações sobre a saúde do ex-líder. Mandela se tornou o primeiro presidente negro da África do Sul em 1994, depois de passar 27 anos na prisão por causa de sua luta contra o apartheid. Ele recebeu o prêmio Nobel da Paz por seus esforços nessa luta.

Oficialmente aposentado e com aparições públicas cada vez mais raras, Mandela já havia sido hospitalizado no ano passado por alguns dias com uma grave infecção respiratória. Também no ano passado, Mandela passou a residir permanentemente em sua casa em Qunu, no sudoeste do país, onde cresceu. No começo deste ano, Mandela voltou para sua casa em Johanesburgo. As informações são da Associated Press.