O ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela está “tranquilo e bem atendido” em um hospital de Pretória, após passar uma noite internado para passar por alguns exames de rotina.

Em um breve comunicado de imprensa, a presidência da África do Sul informou que o líder máximo do país, Jacob Zuma, visitou Madiba (nome do clã de Mandela em língua xhosa e pelo qual é conhecido popularmente) neste domingo e que “o achou tranquilo e bem atendido”.

Ontem, o porta-voz da presidência sul-africana, Mac Maharaj, explicou que Mandela havia sido hospitalizado em Pretória “para se submeter a alguns exames” rotineiros.

O texto assinado por Maharaj, antigo companheiro de prisão do ícone da luta contra o regime segregacionista sul-africano, disse que “Madiba está bem” e que “não há motivos para se alarmar”.

“O ex-presidente Mandela (que em 18 de julho completou 94 anos) receberá atendimento médico de vez em quando, o que é comum em sua idade”, acrescentou Maharaj.

“O presidente (da África do Sul, Jacob) Zuma, garante a todos que Madiba está bem e que não há motivo para alarme. A equipe médica conta com todo nosso apoio enquanto cuida e garante o conforto de nosso amado presidente fundador de uma África do Sul livre e democrática”, acrescentou o texto.

Mandela, primeiro presidente negro da África do Sul, lutou durante 67 anos contra o regime de segregação racial do “apartheid”, imposto pela minoria branca sul-africana até sua eleição como presidente em 1994, dedicação que lhe valeu, em 1993, o Prêmio Nobel da Paz.

É a terceira vez que Mandela é hospitalizado nos últimos dois anos, embora esteja sob permanente vigilância médica em sua residência habitual de Qunu.