Centenas de reforços policiais do Reino Unido foram enviados às ruas de Belfast, na Irlanda do Norte, neste sábado, após manifestações religiosas de protestantes causarem bloqueios e provocarem ferimentos em 32 funcionários, um advogado e ao menos oito manifestantes.

O chefe da polícia da Irlanda do Norte, Matt Baggot, culpou os líderes da Irmandade da Ordem Laranja por incitar seis horas de protestos nas ruas em duas áreas da cidade, que se estenderam durante a madrugada deste sábado. Ele classificou a liderança da organização de imprudente, e disse que eles não tinham um plano para controlar multidões. “Após ter convocado milhares de pessoas para protestar, eles não tinham mapa e nem controle.”

Representantes da Ordem Laranja alegaram que o motivo da confusão foi a decisão de bloqueio, e não a “fúria de seus próprios membros incentivados pelo álcool.” Eles ordenaram uma suspensão de protestos na madrugada de sábado e recusaram pedidos para entrevistas.

As marchas anti-católicas aumentam, anualmente, as tensões entre não católicos e a minoria católica do país. Fonte: Associated Press.