A rede de restaurantes Mc Donald’s iniciou o processo para deixar de utilizar o ketchup da Heinz, logo após o ex-presidente do Burger King, Bernardo Hees, ter sido nomeado para comandar a empresa alimentícia com sede em Pittsburgh. De acordo com a rede de fast food, esta será uma transição global.

“Como resultado das recentes mudanças de gestão na Heinz, decidimos fazer a transição dos nossos negócios para outros fornecedores”, informou, em nota, o Mc Donald’s a partir de Oak Brook, onde fica a sede mundial da empresa. Hees também é vice-presidente do conselho do Burger King.

Um porta-voz do Mc Donald’s disse que a empresa valoriza o relacionamento mantido com a Heinz por mais de 40 anos. “Nós falamos com eles e planejamos trabalhar juntos para garantir uma transição suave e ordenada. Estamos confiantes de que não haverá impacto para nossos negócios e nossos clientes”, afirmou. Já um porta-voz da Heinz disse que a empresa não discute suas relações com clientes.

Em junho, a Berkshire Hathaway, conglomerado do bilionário Warren Buffett, e a brasileira 3G Capital concluíram a aquisição da Heinz, colocando o ex-presidente do Burger King, Bernardo Hees, como presidente da companhia. A empresa de private equity brasileira comprou também o Burger King por US$ 4,1 bilhões em outubro de 2010, o que torna fácil imaginar que o Mc Donald’s não está interessado em ter um fornecedor com uma conexão tão próxima de seu principal concorrente. Fonte: Dow Jones Newswires.