A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, disse que o acordo nuclear internacional com o Irã deve ser preservado, mas pediu a Israel que compartilhe rapidamente o relatório divulgado recentemente sobre o programa nuclear de Teerã com a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA).

Merkel comentou que questões relacionadas podem ser discutidas “em adição” ao pacto nuclear, citando a influência de Teerã na Síria, seu programa de mísseis balísticos e o que acontece depois que parte dos tratado de 2015 expirarem.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, deseja retirar o país do pacto, que foi negociado pelo ex-presidente Barack Obama. Israel também criticou fortemente o acordo e, nesta semana, apresentou novas informações, alegando que o Irã ocultou um programa de armas nucleares.

A repórteres, Merkel disse que “é muito importante que a informação vinda de Israel seja disponibilizada para a AIEA muito rapidamente, para que um exame possa ser feito lá”. Fonte: Associated Press.