A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, disse que estava indignada com a série de agressões sexuais cometidas nas comemorações de ano-novo em Colônia, e afirmou que os autores precisam ser encontrados o mais breve possível.

Merkel telefonou ao prefeito de Colônia, Henriette Reker, para expressar seus sentimentos sobre as agressões, que aconteceram na principal estação de trem da cidade.

A polícia afirmou que dezenas de mulheres disseram ter sofrido abusos sexuais e assaltos na noite da virada. Pelo menos 90 queixas criminais foram registradas, incluindo uma alegação de estupro. Fonte: Associated Press.