Milhares de pessoas participaram neste domingo (6) de uma manifestação pela libertação da ex-candidata à presidência da Colômbia Ingrid Betancourt, refém das Farc desde 2002, informou a agência France Presse.

A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, a primeira-dama francesa, Carla Bruni, e o chanceler da França, Bernard Kouchner participaram do ato, chamado de ‘Marcha Branca’.

O protesto foi convocado pela Federação de Comitês Ingrid Betancourt e pela Federação de Ligas dos Direitos Humanos.