Explosões ensurdecedoras de gás assustaram refugiados a quilômetros de distância do mais ativo vulcão da Indonésia hoje, na mais recente erupção de uma semana mortífera. Explosões e atividade acima do comum foram detectadas em pelo menos 21 vulcões da nação insular.

O aumento da atividade vulcânica na Indonésia levanta questões com relação à causa da intensificação desses fenômenos naturais em uma das falhas geológicas mais voláteis do planeta. A Indonésia repousa sobre o chamado “Anel de Fogo” do Pacífico, uma das regiões de maior atividade sísmica do planeta, e foi palco de diversas catástrofes naturais ao longo dos últimos anos.

Não houve novas vítimas na nova explosão do Monte Merapi, mas pelo menos 38 pessoas já morreram desde que o vulcão voltou a entrar em erupção, na semana passada. Também na semana passada, um tsunami causado por um forte terremoto resultou na morte de mais de 400 pessoas. As informações são da Associated Press.