A Moody’s elevou ontem a perspectiva do rating ‘Ba1’ da Irlanda de negativa para estável, citando o progresso do governo em restaurar a solvência do país. Mas a manutenção do rating ‘Ba1’, que é considerado “grau especulativo”, desagradou Dublin.

Segundo a agência de classificação de risco, a Irlanda está hoje menos suscetível a perder o acesso aos mercados financeiros, à medida que suas reformas avançam e a liquidez do país melhora, particularmente com o apoio do programa de ajuda da troica de credores internacionais, que inclui a Comissão Europeia, o Banco Central Europeu (BCE) e o Fundo Monetário Internacional (FMI). O programa vence no final do ano.

A Moody’s prevê que a Irlanda voltará a ter superávits primários em 2014, o que ajudará a reduzir sua relação dívida/PIB e melhorar as condições de pagamento das dívidas.

Neste sábado, o Tesouro irlandês reagiu com “decepção” à decisão da Moody’s de manter o rating do país em grau especulativo. A Irlanda tinha esperanças de retomar seu rating de investimento antes de voltar a depender totalmente dos mercados para se financiar, a partir do início de 2014. Fonte: Dow Jones Newswires.