O Departamento de Transporte dos Estados Unidos informou hoje que as mortes no trânsito caíram 9,7% em 2009, para 33.808, o número mais baixo desde 1950. Em 2008, 37.423 pessoas morreram nas estradas.

Especialistas em segurança automobilística e o governo atribuíram o resultado ao fato de mais pessoas usarem o cinto de segurança, aos air bags laterais e à presença de tecnologia ‘anticapotamento’ em mais carros. A aplicação mais dura da lei contra motoristas embriagados também contribuiu para o resultado positivo.

O secretário de Transportes Ray LaHood disse que os novos dados são “um marco da saúde pública e da segurança”, mas lembrou que muitas pessoas são mortas nas estradas a cada ano. “Embora tenhamos avançado bastante”, disse ele, “ainda temos uma longa distância para percorrer”.