A jovem Amanda Gryce, de 25 anos de idade, sofre de uma condição rara e que pode deixar muita gente intrigada. A questão é que em apenas um dia, Amanda é capaz de chegar a 50 orgasmos sem mesmo estar praticando sexo.

Tal condição está transformando a vida de Amanda em um caos. A intensidade dos orgasmos, fenômeno que convive desde os 6 anos, a deixou com transtornos de ansiedade e problemas no relacionamento. O resultado de tantos orgasmos é uma grande dor na região pélvica.

O que acontece com Amanda é o chamado transtorno da excitação genital persistente, ou seja, uma mudança que a deixa em permanente estado de excitação sexual. “Isso acontece em qualquer lugar, independente de uma excitação prévia, seja no trabalho, funeral, na rua”, disse Amanda.

Apesar das dificuldades de se relacionar, Amanda encontrou Stewart Triplett, que soube lidar com a condição dela. “Ela não pode fazer sexo. Mas soubemos lidar bem com isso por questões de saúde”, disse o jovem. 

Amanda sofre de uma síndrome que a deixa constantemente excitada.