A Secretária de Estado dos Estados Unidos, Hillary Clinton, alertou neste sábado para um retrocesso nas transformações democráticas que estão sendo realizadas no Oriente Médio e no Norte da África e apelou aos países da região que cumpram a promessa de reforma oferecida pela Primavera Árabe.

Na Tunísia, Hillary afirmou que a continuidade das reformas servirá como um poderoso exemplo para outros países. Ela deu as declarações em meio a preocupações de que as transições no Egito e em outros lugares estejam enfrentando problemas e corram o risco de ser prejudicadas por extremistas.

Hillary convocou os tunisianos, particularmente os jovens, a exigir que seus novos líderes continuem no caminho da liberalização e da abertura. “Proteger a democracia é dever de todo cidadão”, disse. “Para os jovens aqui e em toda a região, essa é uma responsabilidade especial.” As informações são da Associated Press.