Sindicalistas de Sidi Bouzid, a cidade na Tunísia em que começaram os protestos que levaram a um levante no país no mês passado, convocaram uma greve geral contra o novo governo para amanhã, informou hoje um líder sindicalista local. “Haverá uma greve geral amanhã (quinta-feira) em Sidi Bouzid e uma manifestação para derrubar o governo”, afirmou em entrevista à France Presse Ali Zari, o vice-chefe do braço regional do sindicato UGTT, o maior do país.

Os protestos na Tunísia levaram à queda do governo do presidente Zine El Abidine Ben Ali, que estava havia 23 anos no poder. Parte da população não aceita, porém, a manutenção de várias pessoas ligadas ao governo anterior na nova administração interina. As informações são da Dow Jones.