O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, criticou e considerou como uma perda de tempo um informe feito pela Organização ds Nações Unidas (ONU) sobre a guerra na Faixa de Gaza, no ano passado.

Netanyahu disse em seu gabinete neste domingo que “qualquer um que quiser fazer acusações automáticas infundadas contra Israel poderá desperdiçar seu tempo lendo o relatório da ONU”.

Segundo o primeiro-ministro, um relatório feito por Israel e um relatório não oficial compilado por um grupo de generais aposentados ocidentais mostram a verdade. “Ambos os documentos dizem que Israel fez o possível para evitar vítimas civis”.

Nos ataques realizados no ano passado, mais de 2 mil palestinos, incluindo centenas de civis, foram mortos, enquanto 73 pessoas morreram no lado israelense.

Israel diz que os governantes do Hamas em Gaza são responsáveis pelas mortes de civis porque eles lançaram ataques em áreas residenciais.

O relatório do Conselho de Direitos Humanos da ONU é esperado para ser divulgado esta semana. Fonte: Associated Press