A Nicarágua negou o uso de seu espaço aéreo pelo presidente interino de Honduras, Roberto Micheletti, que pretende viajar nesta quinta-feira para a Costa Rica, onde vai se reunir com o presidente deposto, Manuel Zelaya.

O diretor da aviação civil de Honduras, Alfredo San Martin, informou que a autorização solicitada pela força aérea hondurenha para que Micheletti cruze o espaço aéreo nicaraguense foi recusada. A situação não impedirá, contudo, que Micheletti compareça à reunião com Zelaya em San Jose, capital da Costa Rica, para “restaurar a paz e manter a democracia em Honduras”, disse San Martin. O encontro será intermediado pelo presidente costa-riquenho Oscar Arias.

Micheletti não confirmou oficialmente seu comparecimento ao encontro – embora tenha manifestado apoio à ideia no começo desta semana. Seus aliados levantaram a possibilidade de que ele seja preso no exterior. Membros da Organização dos Estados Americanos (OEA), incluindo os EUA, apoiaram a realização do encontro, na expectativa de que as conversas ofereçam uma solução para a crise deflagrada pela deposição de Zelaya, em 28 de junho. As informações são da Dow Jones.