A comissão eleitoral do Níger informou que as eleições presidenciais para restaurar o governo civil após o golpe militar deste ano serão realizadas em 3 de janeiro de 2011. O chefe da comissão, Gousmane Adourahmane, disse hoje que se nenhum candidato obtiver a maioria dos votos no primeiro turno, a disputa entre os dois primeiros colocados ocorrerá em 14 de janeiro.

O coronel Goukoye Abdoulkarim, porta-voz da junta militar, havia dito em maio que a votação aconteceria até 26 de dezembro, mas autoridades eleitorais afirmaram que precisariam de mais tempo para organizá-la. A junta militar retirou o presidente Mamadou Tandja do poder em fevereiro, após ele ter se recusado a renunciar quando seu mandato terminou no ano passado. Tandja permanece em prisão domiciliar.