Doze marinheiros estrangeiros que haviam sido sequestrados por piratas no Delta nigeriano foram libertados em segurança neste domingo, segundo um porta-voz da marinha da Nigéria. O comandante David Nabaida disse que todos os homens estavam em boas condições, após os piratas tê-los deixado em um barco de pesca perto da costa do Delta do Níger. O capitão da embarcação, então, informou as autoridades navais sobre a soltura dos reféns.

A União dos Marinheiros da Rússia informou que a tripulação do navio sequestrado era composta por sete russos, dois alemães, um letão, um lituano e um ucraniano. De acordo com Nabaida, os homens serão interrogados, mas todos pareciam bem. Ele disse não saber se um resgate havia sido pago para a libertação dos marinheiros. As informações são da Associated Press.