O novo presidente da Nigéria, Muhammadu Buhari, tornou públicos os seus bens e outros ativos, em conformidade com a lei do país. A postura de transparência contrasta com a de seu antecessor, que se recusava a cumprir a determinação.

De acordo com o porta-voz do presidente, Garba Shehu, o líder e seu vice enviaram suas declarações financeiras ao Departamento de Código de Conduta na quinta-feira, o dia anterior à posse. Os números, no entanto, ainda não foram divulgados à imprensa.

Buhari prometeu lutar contra a corrupção que afeta o mais antigo país produtor de petróleo do continente africano. Segundo o presidente, todos os funcionários públicos devem obedecer a lei e declarar seus ativos antes de assumirem seus cargos e ao deixar suas funções.

O ex-presidente Goodluck Jonathan, por outro lado, condenou os pedidos para que ele abrisse suas contas pessoais. Ele chegou a afirmar que sua recusa a declarar os bens era “uma questão de princípios… E eu não me importo nem um pouco com isso”. Fonte: Associated Press.