Um atentado suicida com carro-bomba deixou pelo menos 41 mortos em um bairro cristão de Kano, principal centro comercial do norte da Nigéria, informaram autoridades locais. O mais mortífero ataque em nove meses na região foi atribuído a milicianos islâmicos. Além das 41 pessoas mortas, 44 ficaram feridas, disse uma fontes nos serviços de resgate.

De acordo com a polícia de Kano, dois homens conduziram um carro repleto de explosivos na direção de um ônibus de passageiros lotado no fim da tarde de hoje, pelo horário local. Apesar de ninguém ter reivindicado a autoria do ataque até o momento, a polícia suspeita do grupo radical islâmico Boko Haram.

Kano possui aproximadamente 4 milhões de habitantes. A cidade é o principal polo comercial do norte nigeriano, uma região predominantemente muçulmana do país africano. As informações são da Associated Press.