O presidente norte-americano Barack Obama comemorou as notícias do aumento de 162 mil vagas de empregos em março, dizendo que os números mostram que “nós estamos conseguindo virar a esquina” na questão dos empregos. Obama disse que o relatório de março foi encorajador para a economia que perdeu 8 milhões de empregos nos últimos dois anos. Ele disse, contudo, que o cenário de perda de empregos irá demorar para ser revertido completamente. “Os números de empregos de hoje, embora bem-vindos, nos deixa com muito mais para fazer”, disse ele.

O Departamento de Trabalho divulgou no início desta sexta-feira que foram criadas 162 mil vagas em março de 2010, o maior ganho registrado desde março de 2007. O número ficou abaixo das expectativas, contudo. Economistas ouvidos pela Dow Jones esperavam criação de 200 mil vagas.

Para o principal economista do Departamento do Tesouro dos Estados Unidos e secretário assistente de Política Econômica do governo, Alan Krueger, o aumento no número de novas vagas confirma que as políticas implementadas estão ajudando a melhorar o cenário de trabalho nos Estados Unidos. Segundo ele, o mercado de trabalho está se estabilizando e as políticas federais focadas nesta questão estão funcionando. Ao mesmo tempo, Krueger afirma que o relatório mostra o tamanho dos prejuízos que a recessão causou.

Mesmo com as novas vagas, a taxa de desemprego está em 9,7%, o que para Krueger é “inaceitavelmente alta”. Ele reiterou que a administração Obama prevê que o desemprego permaneça elevado em 2010.