Com o intuito de impedir os republicanos de frustrar a lei relativa à área da saúde que é o símbolo do seu mandato, o presidente Barack Obama e democratas se reunirão na próxima semana para tentar traçar uma estratégia comum.

Obama viajará ao Capitólio na manhã de quarta-feira para a reunião, conforme um convite enviado aos congressistas.

Mas, embora os republicanos estejam unidos em prol da ideia de repelir a lei, eles estão divididos sobre como seria melhor substituí-la. Alguns querem retirar trechos impopulares, deixando outros intactos. Há também os que preferem uma abordagem do zero.

É essa falta de unanimidade entre os republicanos que Obama e os democratas esperam que possam ser exploradas.

Obama também planeja um grande discurso de despedida em Chicago, sua cidade natal, pouco antes de a sua presidência se encerrar.