O senador Barack Obama obteve uma tranqüila vitória sobre sua colega de Senado Hillary Clinton nos caucuses de Wyoming, voltando a ampliar sua vantagem numa épica disputa pela candidatura do Partido Democrata para as eleições presidenciais nos Estados Unidos, que ainda pode se arrastar por meses.

Obama obteve 61%, ou 5.378 votos, contra 38%, ou 3.312 sufrágios de Hillary nos caucuses realizados ontem, segundo números finais divulgados hoje. Com isso, Obama assegurou os votos de sete delegados no Estado; Hillary ficou com cinco.

A ex-primeira-dama vinha de vitórias em Ohio e Texas que revigoraram sua campanha, mas Obama tem levado a melhor nos caucuses que, mais do que as primárias, costumam recompensar o candidato que mais inflama a paixão do eleitorado.

A campanha de Clinton considera ter poucas esperanças na primária a ser realizada na terça-feira no Mississippi, onde estarão em disputa os votos de 33 delegados. O Estado possui grande população negra, que tem votado em massa em Obama nos caucuses e primárias do Partido Democrata.

A próxima disputa de grande porte está marcada para 22 de abril, quando Obama e Hillary disputarão os 158 delegados em jogo nas primárias da Pensilvânia.

Obama lidera o placar geral da disputa com 1.578 delegados; Hillary tem 1.468. Será declarado vencedor aquele que primeiro alcançar o mínimo necessário de 2.025 delegados do partido. O ganhador enfrentará nas eleições de novembro o senador John McCain, que já assegurou sua candidatura pelo Partido Republicano.