Um grupo rebelde do sul da Nigéria afirmou neste domingo ter atacado um importante oleoduto da petrolífera anglo-holandesa Shell no país.

Em um comunicado, os militantes do chamado “Conselho Revolucionário Conjunto” (JRC, na sigla em inglês) disseram ter interrompido as operações de um oleoduto da Shell “na zona pantanosa de Obunoma”.

A Shell ainda não se manifestou sobre o comunicado.

Segundo o grupo, o ataque ocorreu na região petrolífera do Delta do Níger. As informações são da Dow Jones.