A Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) votou e aprovou nesta quinta-feira, com 137 votos a favor e 12 contrários, uma resolução que pede a suspensão imediata da violenta repressão do governo do presidente sírio Bashar Assad contra a oposição.

China, Rússia e Irã estão entre os países que votaram contra a resolução, apresentada pelo Egito e outros países árabes, a qual condenou “as amplas e sistemáticas violações aos direitos humanos” que ocorrem na Síria.

As informações são da Dow Jones.