O general norte-americano David Petraeus, chefe das tropas estrangeiras no Afeganistão, confirmou hoje que a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) deu passagem segura para importantes líderes do Taleban. Com isso, as lideranças do grupo puderam viajar até Cabul para negociar com o governo afegão, que é apoiado pelos Estados Unidos.

Petraeus se recusou a dar detalhes sobre o papel da aliança nas conversas – e o diálogo foi qualificado apenas como “preliminar”. O governo afegão já admitiu anteriormente que mantém conversas pela reconciliação com o Taleban, com algum auxílio da Otan.

O general dos EUA disse a repórteres que “não é a mais fácil das tarefas” para um líder do Taleban chegar até Cabul, a não ser que as forças da Otan permitam isso. Segundo ele, a Otan “está ciente disso (das conversas) e permite que elas ocorram”.