A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) pretende ampliar o tamanho de sua missão no Iraque, em resposta a um apelo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de que a aliança se esforce para fazer mais no Oriente Médio, segundo fontes com conhecimento do assunto.

A proposta é que a Otan transfira para o Iraque oficiais que servem atualmente na coalizão liderada pelos EUA contra o Estado Islâmico. O plano poderá ser aprovado durante reunião de ministros de Defesa da Otan prevista para fevereiro, disseram diplomatas.

O pedido de Trump, que foi feito este mês durante conversa telefônica com o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, pegou autoridades dos EUA e de outros países da aliança de surpresa, relataram as fontes. A proposta permitiria à Otan responder rapidamente ao apelo dos EUA – seu integrante mais importante – sem abrir um polêmico debate sobre o deslocamento de mais tropas para a região. Fonte: Dow Jones Newswires