O Brasil foi “zoado” no Salão do Automóvel de Frankfurt, na Alemanha, por uma charge gigante que tinha como temática a histórica e humilhante goleada de 7 x 1, que a Seleção Brasileira tomou na Copa do Mundo de 2014.

O problema é que artista alemão Arno Funke, autor da charge, derrapou para o mau gosto e agressão gratuita ao retratar o lateral Marcelo vendendo drogas e armas numa liquidação.

O quadro intitulado “Triunfo e Tragédia” também mostra o zagueiro Hummels com uma morena no colo, uma alusão ao turismo sexual no País. Podolski tem uma caipirinha na mão. Müller sobe em um coqueiro, enquanto Neuer faz uma defesa para pegar o fruto.

Por fim, o Brasil ainda sofre outra provocação. O mascote da Copa 2014, Fuleco é representado como um assaltante e faz o zagueiro Boateng como vítima.