Forças de segurança do Paquistão resgataram várias crianças que foram recrutadas à força pelo grupo fundamentalista Taleban para serem usadas como combatentes ou para se explodirem em atentados suicidas, disseram hoje os funcionários. O general Nadeem Ahmed, que chefia uma força especial que lida com a volta de pessoas expulsas das suas regiões pela ofensiva de três meses, no Vale de Swat e áreas vizinhas, disse que foram resgatados nove meninos do Taleban.

Ahmed disse à televisão estatal que os meninos lhe contaram que existem muitos outros, possivelmente centenas, na mesma situação.”Parece que existem entre 300 e 400 crianças que o Taleban levou à força ou que está treinando”, disse Ahmed. “Eles receberam lavagem cerebral e foram treinados como meninos-bomba suicidas, mas os nove que resgatamos parecem propensos para voltar a uma vida normal”, ele disse à televisão estatal paquistanesa. O vice de Ahmed, o tenente-coronel Waseem Shahid, esclareceu mais tarde que aparentemente nem todos os nove meninos eram treinados para se explodirem em ataques suicidas.

O major Nasir Ali, porta-voz das forças paquistanesas em Swat, disse à AP que muitas das crianças resgatadas foram encontradas em um campo de treinamento do Taleban em Swat, após um combate. Ele não disse quando o resgate ocorreu. “O relato que tomamos destes meninos é que podem existir muitos outros casos e nós acreditamos que outras crianças tenham sido dispersas entre os aldeões”, ele disse.

“Nós apelamos no passado e apelamos novamente ao povo, aos pais, que se eles conheçam qualquer caso semelhante, eles precisam nos contactar. Nós prometemos que faremos o melhor para reabilitar as crianças”. Ahmed disse que um psiquiatra examinará as crianças e indicará como elas poderão ser reintegradas à sociedade paquistanesa.

Um dos menores, Shaukat Ali, de 16 anos, disse que jogava críquete quando foi sequestrado pelo Taleban. Ele disse que seus sequestradores lhe disseram que ele seria transformado em um “guerreiro” e se ofereceram a pagar sua família por seu serviço militar no Taleban. Bashir Ahmad Bilour, vice-ministro da província da Fronteira Noroeste do Paquistão, onde fica o Vale de Swat, disse que dezenas de crianças foram resgatadas do Taleban, com idades entre seis e 15 anos.

Segundo ele, as crianças eram treinadas para a prática de ataques suicidas. “Elas eram preparadas mentalmente. Agora elas dizem que o Islã é tudo para elas e que precisam conduzir ataques suicidas pela causa do Islã”, disse Bilour. Ele disse que 15 das crianças estão sob reabilitação em uma escola do exército na cidade de Mardan.