Soldados paquistaneses detiveram um porta-voz do Taleban no Vale do Swat e outros quatro comandantes do grupo, anunciaram hoje os militares. Foi o primeiro grande revés da liderança do grupo insurgente na região, outrora um paraíso turístico.

Um comunicado do Exército afirma que o porta-voz do Taleban no Swat Muslim Khan e os comandantes Mahmood Khan, Fazle Ghaffar, Abdul Rehman e Sartaj Ali foram detidos nos subúrbios de Mingora, principal cidade da zona. Eles são interrogados por forças de segurança. Muslim Khan, que viveu vários anos nos EUA, frequentemente ligava para a imprensa para reivindicar ataques.

O anúncio da prisão, no oitavo aniversário dos atentados de 11 de setembro de 2001, deve ser elogiado pelos Estados Unidos, que exortam o Paquistão a combater os militantes no país.

O Exército lançou uma ofensiva no Swat em maio, após dois anos de domínio do Taleban na área, próxima da fronteira com o Afeganistão. Os militares afirmam ter matado mais de 1.800 insurgentes nessas operações. Porém, o fracasso na captura de líderes gera temores de que os militantes possam iniciar uma reação.