O chanceler paraguaio, Rubén Ramírez Lezcano, e o embaixador dos Estados Unidos em Assunção, James Cason, assinaram na quarta-feira (30) um acordo sobre propriedade intelectual destinado a fortalecer os mecanismos de luta contra pirataria.

O Paraguai foi objeto de sanções por parte dos Estados Unidos devido à proliferação de falsificações de marcas e produtos, em especial aqueles relacionados à indústria audiovisual.

O chanceler Ramírez Lezcano informou que os Estados Unidos se comprometeram em fornecer US$ 350 mil, além de capacitação de recursos humanos, com o objetivo de combater o fenômeno.