O Partido Comunista Cubano anunciou nesta sexta-feira que está analisando o pedido do presidente Raúl Castro, de 80 anos, para estabelecer limites de cinco anos para os mandatos políticos, inclusive para o próprio presidente. O assunto será discutido nas próximas reuniões do partido e será submetido para ratificação em uma Conferência Nacional que acontecerá em 28 de janeiro de 2012.

A ideia é alcançar “uma renovação gradual da liderança”, disse o documento, e “limitar o exercício de posições no governo a um máximo de dois mandatos consecutivos, de cinco anos cada”. Cuba é governada há 52 anos por Fidel Castro, ex-presidente de 85 anos, e pelo próprio Raúl, irmão de Fidel.

As informações são da Associated Press.