A frota antipirataria da União Europeia (UE), que atua ao largo da costa da Somália e no Golfo de Áden, informou neste sábado que piratas somalis tomaram um navio cargueiro com uma tripulação de 24 marinheiros. Os proprietários do navio MV Polar confirmaram hoje que os piratas tomaram o controle da embarcação, disse a força da UE em comunicado.

O MV Polar é um navio de bandeira da Libéria. Segundo a força da UE, os piratas abordaram e tomaram a embarcação a 1.100 quilômetros ao leste da ilha de Socotra, em pleno Oceano Índico. A ilha de Socotra pertence ao Iêmen, mas é mais próxima da costa somali que da região iemenita do Hamadraut. O navio tinha 24 tripulantes: um romeno, três gregos, quatro montenegrinos e 16 filipinos.

Os piratas somalis costumam atacar navios que passam pelo Golfo de Áden, uma das vias marítimas mais usadas no mundo. Eles obtêm resgates milionários com risco escasso de punição, uma vez que a Somália não tem governo efetivo há 19 anos. As informações são da Associated Press.