Uma plataforma de gás natural construída por um filiada da Guarda Revolucionária do Irã afundou no Golfo Pérsico, afirmou a agência de notícias iraniana Mehr, em um revês para os esforços do país DE responder a sanções internacionais.

A plataforma de US$ 40 milhões e 1.300 toneladas afundou, quando os técnicos estavam tentando instalá-la no campo South Pars, disse a agência, citando Sepehr Sepehri, vice-diretor da Pars Oil and Gas Co., companhia que fiscalizava o campo.

A plataforma estava sendo instalada pela empresa e sua construtora, Iranian Marine Industrial (Sadra), que é controlado pela Guarda Revolucionária.

A razão do incidente não foi esclarecida. Um porta-voz da Pars Oil and Gas não foi encontrado para falar sobre o assunto.

Confrontado com a proibição de importar tecnologias petrolíferas essenciais dos EUA e a União Europeia, o Irã está construindo seus próprios equipamentos de petróleo, a fim de alcançar a autossuficiência. As informações são da Associated Press.