A mais importante líder da oposição de Ruanda, Victoire Ingabire, foi detida sob a acusação de formação de organização terrorista. Segundo comunicado da polícia, ela foi presa nesta quinta-feira. Grupos de direitos humanos acusam o governo de Ruanda de usar acusações de terrorismo para sufocar a oposição.

Autoridades ruandesas dizem que Ingabire foi acusada após investigação sobre as atividades de um ex-comandante de uma milícia hutu que opera no vizinho Congo e que foi detido ontem. A polícia afirma que a milícia é o braço militar o partido de Ingabire. A oposicionista voltou a Ruanda em janeiro após 16 anos para disputar a presidência contra o atual presidente, Paul Kagame, mas acabou impedida de disputar o pleito. Kagame foi reeleito em agosto.