Policiais libertaram ontem em Tijuana, no norte do México, três mulheres parentes de Ismael “El Mayo” Zambada, um dos chefões do cartel de Sinaloa. Elas haviam sido sequestradas há cerca de 20 dias. Um dos sequestradores foi morto na operação de resgate.

“El Mayo” é considerado o segundo na hierarquia do cartel de Sinaloa, atrás apenas de Joaquín “El Chapo” Guzmán. Com forte presença na região fronteiriça com os Estados Unidos, o cartel de Sinaloa é considerado um dos oito “grandes” no narcotráfico mexicano.