A polícia de Paris deteve cinco ativistas do Greenpeace nesta segunda-feira depois de eles tentarem afixar em uma ponte sobre o Rio Sena cartazes e banners que exigiam o fim do uso da energia nuclear, informou a ONG.

Cerca de dois terços da matriz energética da França é de fonte nuclear, o que faz do país o maior consumidor desse tipo de energia do mundo. Nesta semana, o tema entrará em discussão no Parlamento francês.

Os ativistas fizeram o protesto em uma ponte próxima à Assembleia Nacional, a câmara baixa do Parlamento do país. Os banners mostravam uma foto do presidente François Hollande e sua promessa de campanha de reduzir a dependência da França da energia nuclear em 50% até 2025.

Um projeto de lei sobre energia nuclear foi aprovado na semana passada pelo Senado, mas não fez qualquer referência ao prazo prometido por Hollande. No entanto, a Assembleia Nacional aprovou o calendário e agora representantes de cada uma das câmaras vão trabalhar para acertar os detalhes da legislação.

Fonte: Associated Press.