O policial que roubou um helicóptero e atirou contra prédios do governo da Venezuela apareceu em público pela primeira vez neste noite, desafiando uma caçada em todo o país ao participar de uma manifestação na capital, Caracas.

Oscar Perez não aparecia em público desde que ele chocou o país em 27 de junho ao usar um helicóptero roubado para lançar granadas e tiros nas instalações da Suprema Corte e do Ministério do Interior. O governo caracterizou o episódio como um ataque terrorista.

Perez falou brevemente a jornalistas nesta noite, em uma vigília para honrar a morte de mais de 90 pessoas nos meses de manifestações contra o governo do presidente Nicolás Maduro.

Ele pediu para que os venezuelanos votem em massa em uma votação popular simbólica no domingo, que está sendo organizada pela oposição contra os planos de Maduro de reescrever a Constituição. Perez disse que a votação deve marcar o início de uma campanha nas ruas para forçar a queda do presidente. Mais tarde, ele deixou a manifestação pilotando uma moto. Fonte: Associated Press.