Um parlamentar do estado de Nova York foi preso na terça-feira junto com outros políticos por causa de um suposto esquema de suborno para chegar a disputa eleitoral para a prefeitura da cidade.

O senador estadual Malcolm Smith e o conselheiro municipal Daniel Halloran foram presos em suas casas, afirmou o FBI.

Quatro outros políticos também foram acusados sob o que o promotor federal de Manhattan Preet Bharara chamou de “uma miscelânea” de corrupção e ganância envolvendo seis funcionários que, juntos, construíram um “corredor de corrupção”.

Bharara disse em um comunicado que Smith “tentou subornar seu caminho” para ter uma chance na disputa eleitoral para a prefeitura.

Em reuniões com uma testemunha que colaborou com a operação e com um agente do FBI disfarçado, Smith concordou em subornar líderes republicanos em uma tentativa de concorrer à prefeitura como um membro do partido, apesar de ele ser um democrata registrado, segundo documentos da operação.

Acusações no caso incluem o suborno, extorsão e fraude, disse Bharara.

Smith negou as irregularidades em um comunicado, acrescentando que ele vai ser inocentado. Representantes de outros políticos não responderam imediatamente aos pedidos de comentário. As informações são da Associated Press.