A comunidade internacional deixou as portas abertas para o Irã retomar o diálogo diplomático sobre seu programa nuclear, afirmou hoje o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov, segundo a agência russa RIA Novosti. “Nós estamos interessados na retomada do mecanismo de diálogo com o Irã para discutir seu programa nuclear e temas que dizem respeito à parte iraniana”, afirmou Lavrov no Cairo, durante um giro pelo Oriente Médio.

O ministro russo afirmou que as sanções recentemente aprovadas no Conselho de Segurança (CS) da Organização das Nações Unidas (ONU) contra o Irã são essenciais para mostrar que o país não deve demorar a “responder questões legítimas que a AIEA (Agência Internacional de Energia Atômica) apresentou ao Irã”. Lavrov disse que a Rússia “não acredita em sanções”, já que elas geralmente não trazem os resultados desejados.

Teerã sofreu este mês uma quarta rodada de sanções no CS por se recusar a interromper o enriquecimento de urânio. O país persa alega ter apenas fins pacíficos em seu programa nuclear, mas potências lideradas pelos Estados Unidos temem que o Irã busque secretamente produzir armas nucleares. As informações são da Dow Jones.