O prédio que abrigava os arquivos da cidade de Colônia, no oeste da Alemanha, desmoronou nesta terça-feira (3), transformando-se numa pilha de entulho. Muitas das pessoas estavam no interior do edifício conseguiram escapar, mas dois trabalhadores da construção civil estão desaparecidos, informou o porta-voz do Corpo de Bombeiros, Daniel Leupold. A queda do prédio também destruiu parte de um edifício próximo.

“De repente, houve um estrondo, como se um trem estivesse passando”, disse Alfred Hoovestaedt, uma testemunha que trabalha nas proximidades, à emissora N-TV. “Então, o barulho se tornou mais e mais alto e houve vibração. Em segundos, toda a área estava coberta por pó”, contou.

De acordo com o porta-voz do Corpo de Bombeiros, uma nova linha de metrô está sendo construída abaixo da rua onde o prédio ficava, mas ainda não há informações sobre a causa do desmoronamento. Cerca de 180 bombeiros foram para o local. “No momento, eu não sei de nenhuma atividade que possa ter causado isso”, disse o porta-voz da companhia de metrô, Gudrun Meyer.

Pedaços do prédio foram encontrados a 70 metros de distância, informou o porta-voz da polícia, Wolfgang Baldes. O teto da estação de metrô em construção ruiu, mas funcionários da empresa disseram não acreditar que alguém esteja preso no local. Florian Hacke, que mora a dois prédios do edifício atingido, disse que saiu correndo de sua casa depois de ouvir rangidos e ver rachaduras aparecerem em seu teto.