O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, visitará Moscou no início de abril, após receber um convite do presidente russo, Vladimir Putin, de acordo com um funcionário do governo grego.

A visita está prevista para 8 de abril, disse a fonte, e seria a primeira viagem oficial à Rússia do premiê grego desde que tomou posse no final de janeiro.

A Grécia e a Rússia, tradicionalmente, têm laços estreitos, com base em uma religião compartilhada e ligações históricas.

Mas uma postura abertamente pró-Rússia do novo governo da Grécia – expressa por Tsipras, assim como os seus ministros de Relações Exteriores e Defesa – alarmou alguns observadores.

Muitos temem que a fidelidade da Grécia – como um país membro da União Europeia e da OTAN – em relação à Rússia poderia minar os esforços da Europa em manter uma frente comum contra as políticas de Moscou na Ucrânia ou no Oriente Médio.

Na segunda-feira (16), a chanceler alemã, Angela Merkel, pediu que a Europa mantenha a pressão de sanções contra a Rússia, apesar de um declínio na violência no leste da Ucrânia. Ela instou seus homólogos europeus a mostrar unidade na cúpula da União Europeia nesta semana. Fonte: Dow Jones Newswires.